OSGeo Planet

Fernando Quadro: Mestrado e Doutorado em Ciências Geodésicas na UFPR

OSGeo Planet - Thu, 2018-10-11 12:46

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas da Universidade Federal do Paraná (PPGCG/UFPR) oferece cursos de Mestrado e Doutorado nas áreas de concentração Geodésia e Levantamentos, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto e Cartografia e Sistemas de Informações Geográficas e está com inscrições abertas para o processo seletivo para o primeiro semestre de 2019.

O Programa ganhou destaque no País e na região como um dos mais ativos e tradicionais centros de excelência nas Ciências Geodésicas. Por suas salas passaram grande parte dos profissionais hoje atuantes nos principais centros de pesquisa do Brasil e muitos outros da América Latina. Eles têm se inserido principalmente na área do magistério superior, apoiando Cursos de Engenharia Cartográfica e de Engenharia de Agrimensura no Brasil, assim como atividades de pesquisa em diversas Instituições.

O Curso possui diversas parcerias ao nível nacional e internacional, que possibilitam trabalhos de intercâmbio científico. Tais atividades também têm propiciado a inserção de um grande número de alunos de outros países no Curso, os quais são apoiados via acordos culturais com bolsas especiais de cooperação internacional.

Se você está a procura de um bom curso de Mestrado ou Doutorado na área, o programa da UFPR é uma ótima opção!

Fonte: PPGCG/UFPR

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Curso de PostgreSQL – Modalidade EAD

OSGeo Planet - Wed, 2018-10-10 13:33

Prezado leitor,

Banco de dados é um mistério pra você? Porém, você tem interesse em aprender a trabalhar com banco de dados, e não possui nenhum conhecimentos no assunto? Você não consegue entender como estruturar o seu banco? Como criar uma tabela, procedure ou uma trigger?

Então esta é a sua oportunidade! A GEOCURSOS acaba de lançar o Curso de PostgreSQL no formato EAD (videoaulas). Este curso online oferece uma introdução completa ao PostgreSQL, apresentando como trabalhar com este poderoso SGBD.

O curso é voltado para profissionais da área de geoprocessamento, desenvolvimento de software e áreas relacionadas que estejam em busca de aprender como utilizar este poderoso SGBD.

São 15 horas de aulas, todas gravadas e disponíveis no portal do aluno por 3 meses, assim como todo o material didático do curso (slides, apostilas, etc.). Além das videoaulas, o aluno pode esclarecer suas de dúvidas por e-mail diretamente com o instrutor.

Então não perca mais tempo e nem esquente mais sua cabeça! Adquira nosso novo curso #EAD sobre #PostgreSQL https://bit.ly/2P5pESa

Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: 5as Jornadas gvSIG Uruguay: Programa e inscripción a talleres disponibles

OSGeo Planet - Tue, 2018-10-09 18:07

Ya está disponible el programa de las 5as Jornadas gvSIG Uruguay (Montevideo – Uruguay), con un gran número de ponencias el día 18 de octubre, y varios talleres el día 19.

Los talleres que habrá durante las jornadas son los siguientes:

  • Taller 1a: R espacial (9:00 a 12:00)
  • Taller 1b: R con gvSIG (14:00 a 16:00)
  • Taller 2: Scripting: Exprimiendo / Extendiendo gvSIG (8:00 a 14:00)
  • Taller 3: gvSIG Batoví (8:30 a 12:00 y 13:30 a 15:30)

La inscripción a los talleres se realiza de forma independiente a la de las jornadas, debido al aforo limitado de los laboratorios, y puede realizarse desde ahora y hasta el 15 de octubre en el siguiente formulario habilitado en la web del evento. Para inscribirse en las jornadas se debe completar este formulario.

Las inscripciones, tanto a las jornadas como a los talleres, son totalmente gratuitas.

 

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Monitoramento de status no GeoServer

OSGeo Planet - Tue, 2018-10-09 10:30

Quando estamos rodando o GeoServer no ambiente de produção, é muito importante ter insumos para poder saber como está a sua performance, independente se ela está boa ou não! Em dias que tudo roda na nuvem, é importante saber também se não estamos usando recurso demais para determinada ferramenta, pois nesses casos, o recurso extra que não está sendo utilizado, é literalmente dinheiro jogado fora.

O módulo de monitoramento de status adiciona algumas informações extras sobre o sistema na página de status do GeoServer em uma nova aba nomeada “Monitoring” e torna essa informação pesquisável através da interface REST do GeoServer. Esta informação deve permitir que um administrador tenha uma rápida compreensão sobre o status da instância do GeoServer.

A biblioteca OSHI é usada para recuperar informações no nível de sistema sem depender de bibliotecas nativas ou DLLs, confiando apenas no Apache JNA. Os principais sistemas operacionais (Linux, Windows e MacOSX) são suportados por esta biblioteca.

As informações do sistema disponíveis são:

Se alguma informação não estiver disponível, um termo especial aparecerá. Os valores serão convertidos automaticamente para a melhor unidade legível por humanos: “NÃO DISPONÍVEL”. rsrsrs!

As informações do sistema estarão disponíveis na página de status do GeoServer na guia Monitoramento (a imagem a seguir mostra apenas parte das informações do sistema disponíveis):

Se a guia Monitoramento não estiver presente, isso significa que o plug-in não foi instalado corretamente. Para instalar, basta baixar o arquivo (geoserver-X.XX-SNAPSHOT-status-monitoring-plugin.zip) no GeoServer Community Module Builds, descompactar e inserí-los na pasta WEB-INF\lib. Baixe sempre o arquivo compatível com a versão do GeoServer que você está utilizando!

O conteúdo da guia é atualizado automaticamente a cada segundo, e é possível solicitar as informações do sistema disponíveis (dados de monitoramento) por meio da API REST do GeoServer. Os formatos suportados são XML, JSON e HTML.

Os pontos de extremidade REST disponíveis são:

/geoserver/rest/about/monitoring /geoserver/rest/about/monitoring.json /geoserver/rest/about/monitoring.xml /geoserver/rest/about/monitoring.html

As representações XML e JSON são bastante semelhantes. Para cada informação do sistema, os seguintes atributos estarão disponíveis:

Veja um exemplo de JSON:

{ "metrics": { "metric": [ { "available": true, "category": "FILE_SYSTEM", "description": "Partition [/dev/nvme0n1p2] total space", "identifier": "/dev/nvme0n1p2", "name": "PARTITION_TOTAL", "priority": 507, "unit": "bytes", "value": 99614720 }, (...)

Fonte: GeoServer Documentation

Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Final del curso gvSIG aplicado a Medio Ambiente

OSGeo Planet - Tue, 2018-10-09 08:47

medio-ambiente

Hola a todas y todos.

Tras más de siete meses del curso gvSIG aplicado a Medio Ambiente estamos muy contentos y orgullos@s de vuestra respuesta a este curso y de vuestro esfuerzo a la hora de completarlo. Ya son muchas las personas que han finalizado y obtenido su certificado oficial gvSIG. Gracias y enhorabuena.

Desde la Asociación gvSIG estamos trabajando en nuevos cursos con otras temáticas, por lo que vamos a ir centrando nuestros esfuerzos en estos nuevos contenidos. Es por eso que ya no se podrán realizar matrículas a este curso.

Os recordamos otros cursos abiertos y gratuitos que podéis realizar:

  • gvSIG aplicado a gestión municipal: https://blog.gvsig.org/2017/12/14/sig-aplicado-a-gestion-municipal-certificacion-y-enlaces-al-curso-completo/
  • gvSIG aplicado al mapeo del delito. SIG en criminología: https://blog.gvsig.org/2018/05/07/curso-gratuito-de-mapeo-del-delito-sig-en-criminologia/

 

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Plugin do Elasticsearch no GeoServer

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-08 17:54

O Elasticsearch é um popular mecanismo de análise distribuída que permite recursos de pesquisa complexos quase em tempo real. Os mapeamentos de tipo de campo padrão suportam tipos string, numéricos, booleanos, data e permitem documentos hierárquicos complexos. Mapeamentos de tipos de campos personalizados podem ser definidos para campos de documentos geoespaciais.

O tipo geo_point suporta geometrias de pontos que podem ser especificadas por meio de uma cadeia de coordenadas, geohash ou matriz de coordenadas. Já o tipo geo_shape suporta tipos Point, LineString, Polygon, MultiPoint, MultiLineString, MultiPolygon, GeometryCollection e GeoJSON, bem como tipos de envelope e círculo. Opções personalizadas permitem a configuração do tipo e precisão do índice espacial.

Este armazenamento de dados permite que recursos de um índice Elasticsearch sejam publicados através do GeoServer. Ambos os mapeamentos geo_pointe geo_shape são tipos suportados. Os filtros OGC são convertidos em consultas do Elasticsearch e podem ser combinados com consultas nativas do Elasticsearch em requisições WMS e WFS.

Para instalar o plugin, basta baixá-lo no repositório do Git. Depois de baixar, basta descompactar o arquivo zip, inserir os arquivos na pasta WEB-INF\lib e reiniciar o GeoServer.

Se você entrar na tela de “Stores” e ver a opção do Elasticsearch, como demonstra a figura acima, é porque o seu plugin está instalado corretamente, agora basta criar o seu Store do Elasticsearch.

Fonte: GitHub

Categories: OSGeo Planet

MapTiler: DIY car navigation on Raspberry Pi with OpenMapTiles

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-08 11:00
Thumb

What started as a need for a rear camera for older car turned into a complete car system. Fabrice Aneche builds own car navigation with Raspberry Pi using OpenMapTiles as a base map in his spare time as a do-it-yourself project.

Raspberry Pi, LCD screen and a bunch of determination is needed to create a car system

After Fabrice bought his car, he realized how badly he is missing a rear cam. Instead of throwing a pile of money at the nearest car shop, he decided, as a true geek, to make own DIY system. And that’s how everything has begun.

As a heart of the system, he chose Raspberry Pi 3, an inexpensive single-board computer. It is connected to the Eleduino Raspberry Pi LCD screen, the video signal from the rear camera was captured using a USB adapter.

My Car, from 2011, only has an LCD display and no rear camera, so I bought a PAL rear camera, we passed some cables from the rear window to the front then everything begun.

The Raspberry Pi is powered by Linux with LXQTt desktop environment. After installing mplayer, the camera was running out of the box. Since everything worked, he thought about what to do next.

A rear cam A rear cam. Photo © Fabrice Aneche

Maps powered by OpenMapTiles

Since Fabrice has a GPS receiver around, he decided to utilize the screen for showing the actual position of the car on the map. As a map system, he chose OpenMapTiles for its’ ability to run offline on a device with scarce resources. Because the project is open-source, he hacked the code to serve precisely his specific needs.

For serving map tiles, he wrote own server called mbmatch in Go programming language. He chose one of the default styles for a day map and created his own for a nigh, which is based on Solarized color pallet.

This project is an excellent demonstration of the power of OpenMapTiles offline use.

OSRM was selected as a backend for routing and the selected route was again displayed on the map.

The complete car system is available under an open-source license on GitHub.

A map with the actual position A map with the actual position. Photo © Fabrice Aneche

Start your DIY project with OpenMapTiles

OpenMapTiles offers a free package for non-commercial personal projects. You can download the data, read the documentation and hack the code on GitHub.

Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Registration period for workshops at 14th International gvSIG Conference is now open

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-08 09:01

Registrations for free workshops at 14th International gvSIG Conference can be done from now. Conference will be held from October 24th to 26th at School of Engineering in Geodesy, Cartography and Surveying (Universitat Politècnica de València, Spain).

The workshops available are:

  • Workshop 1: gvSIG aplicado a Agricultura
  • Workshop 2: Environmental modelling using gvSIG and the HortonMachine
  • Workshop 3: gvSIG aplicado a Geología
  • Workshop 4: Field mapping and data centralization with Geopaparazzi /gvSIG Mobile and the Survey Sever
  • Workshop 5: gvSIG aplicado a Medio Ambiente
  • Workshop 6: Generación de informes con gvSIG Desktop
  • Workshop 7: gvSIG Mobile

Apart from the registration at the workshop, the registration to the gvSIG Conference must be done from the conference website.

In addition, all the information about workshops can be consulted at the gvSIG blog, including what you have to install in case you have to take your own device.

Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Abiertas las inscripciones a los talleres de las 14as Jornadas Internacionales de gvSIG

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-08 08:57

Ya están abiertas las inscripciones a los talleres gratuitos que se van a realizar durante las 14as Jornadas Internacionales de gvSIG. Las jornadas tendrán lugar del 24 al 26 de octubre en Valencia (España), en la Escuela Técnica Superior de Ingeniería Geodésica, Cartográfica y Topográfica (Universitat Politècnica de València).

Los talleres que se impartirán son los siguientes:

  • Taller 1: gvSIG aplicado a Agricultura
  • Taller 2: Environmental modelling using gvSIG and the HortonMachine
  • Taller 3: gvSIG aplicado a Geología
  • Taller 4: Field mapping and data centralization with Geopaparazzi /gvSIG Mobile and the Survey Sever
  • Taller 5: gvSIG aplicado a Medio Ambiente
  • Taller 6: Generación de informes con gvSIG Desktop
  • Taller 7: gvSIG Mobile

Para poder realizarlos, aparte de la inscripción al taller hay que inscribirse en las jornadas. Las inscripciones son gratuitas, con aforo limitado.

Así mismo, en el blog de gvSIG también está disponible toda la información de cada taller, con lo que hay que llevar instalado en caso de que se deba llevar equipo propio.

Categories: OSGeo Planet

EOX' blog: Building a Python interface to VirES

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-08 08:08
This post is about a new python tool to interact with VirES for Swarm. VirES comprises three components: – VirES server: provides optimised, flexible access to the original mission data and models – VirES web client: a state-of-the-art web-based GUI […]
Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Curso presencial de gvSIG Desktop aplicado a Arqueología en Valencia (España)

OSGeo Planet - Fri, 2018-10-05 12:29

Del 26 al 29 de noviembre de 2018 se realizará en Valencia (España) un curso presencial sobre gvSIG Desktop aplicado a Arqueología, organizado por el Colegio de Doctores y Licenciados en Filosofía y Letras y en Ciencias e impartido por la Asociación gvSIG.

Durante el curso se mostrarán las principales funcionales de gvSIG a través de ejercicios prácticos relacionados con la gestión de yacimientos y zonas arqueológicas, los Bienes de Interés Cultural…

Realizando este curso, el alumno obtendrá el certificado oficial de gvSIG Usuario de la Asociación gvSIG.

Más información sobre precios, temario e inscripción en el siguiente enlace.

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Geocursos lança cursos no formato EAD

OSGeo Planet - Thu, 2018-10-04 10:30

Nesta segunda-feira, 1 de Outubro, a Geocursos (Escola de Geotecnologias Livres) lançou seus dois primeiros cursos no formato EAD.

Agora, você pode adquirir um curso e assisti-lo no horário que lhe for mais conveniente. Os cursos ficarão disponíveis no período de 3 meses no portal do aluno, onde você poderá acessar as videoaulas e também baixar todo o material didático.

No momento foram disponibilizados dois cursos nesse novo formato:

Curso de OpenLayers 4 (16h) | https://bit.ly/2QjBus4

Curso de PostgreSQL (15h) | https://bit.ly/2P5pESa

Em breve mais módulos serão disponibilizados, então fiquem atentos as redes sociais da Geocursos!

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Como realizar backup no GeoServer – Parte 3

OSGeo Planet - Wed, 2018-10-03 10:30

Neste post irei apresentar como gerenciar o backup e a restauração das informações do GeoServer através de sua API REST.

5. Backup através da API REST do GeoServer

A API REST de backup e restauração consiste em alguns recursos destinados a serem usados ​​de maneira assíncrona:

Vamos usar a ferramenta de linha de comando cURL para enviar solicitações HTTP REST para o GeoServer.

Os endpoints /rest/br/backup/ e /rest/br/restore aceitam um sufixo de formato opcional que permite que o arquivo de Backup/Restauração seja transmitido de/para o cliente em vez de ser gravado/lido no sistema de arquivos.

5.1 Iniciar um backup

Prepare um arquivo contendo um objeto JSON representando a configuração do procedimento de backup.

{ "backup":{ "archiveFile":"/home/sg/BackupAndRestore/test_rest_1.zip", "overwrite":true, "options":{ } } }

Neste caso, não especificamos nenhuma opção na configuração de backup, de forma que os valores padrão serão usados.

As opções disponíveis são:

BK_BEST_EFFORT: Ignore quaisquer recursos com falha e continue com o procedimento de backup
BK_PARAM_PASSWORDS: Se as senhas do armazenamento de saída devem ser parametrizadas no backup. Com essa opção, todas as senhas armazenadas serão substituídas por um token parecido com ${workspaceName:storeName.passwd.encryptedValue}
BK_SKIP_SECURITY: Isso excluirá as configurações de segurança do backup (Experimental).
BK_SKIP_SETTINGS: Isso tentará excluir a maioria das configurações globais do backup, bem como as configurações de segurança (Experimental).

Além disso, um opcional Filter pode ser passado para restringir o escopo da operação de restauração a uma lista de espaços de trabalho. Por exemplo:

{ "backup":{ "archiveFile":"/home/sg/BackupAndRestore/test_rest_1.zip", "overwrite":true, "options":{ "option": ["BK_BEST_EFFORT=true"] }, "filter": "name IN ('topp','geosolutions-it')" } }

O procedimento de backup será iniciado. Aqui está uma amostra da resposta:

HTTP/1.1 201 Created Date: Mon, 01 Aug 2016 14:35:44 GMT Location: http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/1 Server: Noelios-Restlet-Engine/1.0..8 Content-Type: application/json Transfer-Encoding: chunked { "backup":{ "totalNumberOfSteps":9, "execution":{ "id":1, "version":1, "stepExecutions":{ "@class":"java.util.concurrent.CopyOnWriteArraySet" }, "status":[ "STARTED" ], "startTime":"2016-08-01 14:35:44.802 UTC", "createTime":"2016-08-01 14:35:44.798 UTC", "lastUpdated":"2016-08-01 14:35:44.803 UTC", "exitStatus":{ "exitCode":"UNKNOWN", "exitDescription":"" }, "progress":"1\/9" }, "options":{ "@class":"synchList", "option":[ "OVERWRITE=true" ] }, "warningsList":{ "@class":"synchList" }, "archiveFile":{ "@class":"resource", "$":"\/home\/sg\/BackupAndRestore\/test_rest_1.zip" }, "overwrite":true } }

No final do procedimento de backup, você poderá fazer o download do arquivo gerado para o seu sistema de arquivos local, fazendo uma solicitação HTTP GET para o mesmo endpoint, usando o ID de backup como abaixo e adicionando a extensão .zip no final.

curl -u "admin:geoserver" -i -X GET "http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/1.zip" -o 1.zip

O status da operação pode ser consultado fazendo uma solicitação HTTP GET para o local listado na resposta:

http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/$ID.{json/xml}

Substitua $ID pela ID da operação de backup que você gostaria de inspecionar:

curl -u "admin:geoserver" http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/1.json OU curl -u "admin:geoserver" http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/1.xml

O GeoServer responderá com o status do backup correspondente a esse ID:

Aqui você pode ver o status de todas as etapas envolvidas no procedimento de backup com hora de criação, hora de início, hora de término, status de saída, etc.

5.2 Cancelar um backup

Para cancelar um backup em andamento, é necessário enviar uma solicitação HTTP DELETE com o ID da tarefa:

curl -v -XDELETE -u "admin:geoserver" http://mygeoserver/geoserver/rest/br/backup/$ID

Substitua $IDpela ID da operação de backup que você deseja cancelar.

5.3 Restaurando um backup

Prepare um arquivo com um objeto JSON representando a configuração do procedimento de Restore:

{ "restore":{ "archiveFile":"/home/sg/BackupAndRestore/test_rest_1.zip", "options":{ } } }

Neste caso, não especificamos nenhuma opção na configuração de restauração para que os valores padrão sejam usados.

Opções disponíveis são:

BK_DRY_RUN: Apenas testar o arquivo e não persistir a configuração restaurada

BK_BEST_EFFORT: Ignorar quaisquer recursos com falha e continuar com o procedimento de restauração

BK_PASSWORD_TOKENS: Uma lista separada por vírgula de chave e valores separados por sinal de igual deve ser substituída em senhas de armazenamento de dados em um backup de entrada. Por exemplo:

BK_PASSWORD_TOKENS=${workspace:store1.passwd.encryptedValye}=foo,${workspace:store2.passwd.encryptedValue}=bar

BK_SKIP_SECURITY: Isso excluirá as configurações de segurança da restauração. Padrão: falso (Experimental).

BK_SKIP_SETTINGS: Isso tentará excluir a maioria das configurações globais do backup, bem como as configurações de segurança. Padrão: falso (Experimental).

BK_PURGE_RESOURCES: Isso irá ignorar a exclusão de recursos sempre que possível. Em particular, os espaços de trabalho existentes não serão excluídos durante a restauração. Padrão: true (Experimental).

Além disso, um opcional Filter pode ser passado para restituir o escopo da operação de restauração a uma lista de espaços de trabalho. Por exemplo:

{ "restore":{ "archiveFile":"/home/sg/BackupAndRestore/test_rest_1.zip", "options":{ "option": ["BK_DRY_RUN=true"] }, "filter": "name IN ('topp','geosolutions-it')" } }

Se o caminho for especificado, o arquivo especificado nesse caminho (remoto) será usado para iniciar o procedimento de restauração. Caso contrário, você precisa inserir o arquivo do seu sistema local.

Em seguida, faça uma solicitação POST HTTP para a interface REST do GeoServer para o procedimento de restauração:

curl -u “admin:geoserver” -i -H “Content-Type: application/json” -X POST –data @restore_post.json http://mygeoserver/geoserver/rest/br/restore/

O procedimento de restauração será iniciado. Aqui está uma resposta de exemplo:

HTTP/1.1 201 Created
Date: Mon, 01 Aug 2016 15:07:29 GMT
Location: http://mygeoserver/geoserver/rest/br/restore/2
Server: Noelios-Restlet-Engine/1.0..8
Content-Type: application/json
Transfer-Encoding: chunked

{
“restore”:{
“totalNumberOfSteps”:9,
“execution”:{
“id”:2,
“version”:1,
“stepExecutions”:{
“@class”:”java.util.concurrent.CopyOnWriteArraySet”
},
“status”:[
“STARTED”
],
“startTime”:”2016-08-01 15:07:29.398 UTC”,
“createTime”:”2016-08-01 15:07:29.393 UTC”,
“lastUpdated”:”2016-08-01 15:07:29.398 UTC”,
“exitStatus”:{
“exitCode”:”UNKNOWN”,
“exitDescription”:””
},
“progress”:”0\/9″
},
“options”:{
“@class”:”synchList”
},
“warningsList”:{
“@class”:”synchList”
},
“archiveFile”:{
“@class”:”resource”,
“$”:”\/home\/sg\/BackupAndRestore\/test_rest_1.zip”
}
}
}

Para carregar o arquivo do nosso sistema local, omita o parâmetro archiveFile no objeto JSON e passe o –upload-file para o cURL:

{ "restore":{ "options":{ }, } } curl -u "admin:geoserver" -i -H "Content-Type: application/json" --upload-file "archive_to_restore.zip" -X POST --data @restore_post.json http://localhost:8081/geoserver/rest/br/restore/

O arquivo archive_to_restore.zip (local) será carregado e usado pelo processo de restauração.

Consulta para o status de operações de restauração:

http://mygeoserver/geoser/restore/$ID.{json/xml} { "restore":{ "execution":{ "hash":2, "key":{ "@class":"long", "$":"2" }, "val":{ "@class":"restore", "totalNumberOfSteps":9, "execution":{ "id":2, "version":2, "stepExecutions":{ "@class":"java.util.concurrent.CopyOnWriteArraySet", "step":[ { "name":"restoreNamespaceInfos", "status":"COMPLETED", "exitStatus":{ "exitCode":"COMPLETED", "exitDescription":"" }, "startTime":"8\/1\/16 3:07 PM", "endTime":"8\/1\/16 3:07 PM", "lastUpdated":"8\/1\/16 3:07 PM", "parameters":{ "input.file.path":"file:\/\/\/opt\/tomcat-geoserver-2.9.x\/temp\/tmpbbe2388a-f26d-4f26-a20f-88c653d88aec", "time":1470064049392 }, "readCount":1, "writeCount":1, "failureExceptions":"" }, ... { "name":"restoreGeoServerSecurityManager", "status":"COMPLETED", "exitStatus":{ "exitCode":"COMPLETED", "exitDescription":"" }, "startTime":"8\/1\/16 3:07 PM", "endTime":"8\/1\/16 3:07 PM", "lastUpdated":"8\/1\/16 3:07 PM", "parameters":{ "input.file.path":"file:\/\/\/opt\/tomcat-geoserver-2.9.x\/temp\/tmpbbe2388a-f26d-4f26-a20f-88c653d88aec", "time":1470064049392 }, "readCount":0, "writeCount":0, "failureExceptions":"" } ] }, "status":"COMPLETED", "startTime":"2016-08-01 15:07:29.398 UTC", "createTime":"2016-08-01 15:07:29.393 UTC", "endTime":"2016-08-01 15:07:30.356 UTC", "lastUpdated":"2016-08-01 15:07:30.772 UTC", "exitStatus":{ "exitCode":"COMPLETED", "exitDescription":"" }, "progress":"9\/9" }, "options":{ "@class":"synchList" }, "warningsList":{ "@class":"synchList" }, "archiveFile":{ "@class":"resource", "$":"\/home\/sg\/BackupAndRestore\/test_rest_1.zip" } } } ...

Aqui você pode ver o status de todas as etapas envolvidas no procedimento de restauração com hora de criação, hora de início, hora de término, status de saída, etc.

5.4 Cancelar uma restauração

Par cancelar uma restauração em andamento, envie uma solicitação HTTP DELETE:

curl -v -XDELETE -u "admin:geoserver" http://mygeoserver/geoserver/rest/br/restore/$ID

Substitua $ID pelo ID da operação de restauração que você deseja cancelar.

Fonte: GeoServer Documentation

Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Taller sobre generación de informes con gvSIG Desktop en las 14as Jornadas Internacionales gvSIG

OSGeo Planet - Tue, 2018-10-02 10:41

El próximo viernes 26 de octubre se impartirá un taller gratuito sobre generación de informes en gvSIG Desktop en Valencia (España), en el marco de las 14as Jornadas Internacionales gvSIG.

Esto será posible gracias al nuevo plugin que estará disponible en la nueva versión de gvSIG.

El taller estará enfocado a preparar capas y mapas en gvSIG para ser integrados en el diseñador de informes JasperSoft Studio, y a crear documentos de tipo ‘Informe’ en gvSIG que incluyan los informes creados con JasperSoft Studio (no es un taller sobre esta herramienta).

En él se mostrará cómo preparar la información en gvSIG para ser publicada de forma que se pueda acceder a ella desde el diseñador de informes, cómo usarla desde este y cómo usar esos informes en gvSIG. El usuario aprenderá a publicar la información de las capas y las vistas de gvSIG, utilizando dichas capas en el diseñador de informes e incrustando vistas en él. Finalmente se mostrará cómo crear documentos en gvSIG con los informes creados, y cómo filtrar los datos a mostrar en un informe.

El taller se realizará en el Aula 1.5 (Ptolomeo) de la Escuela Técnica Superior de Ingeniería Geodésica, Cartográfica y Topográfica (Universitat Politècnica de València), que dispone de ordenadores, por lo que no es necesario llevar ordenador propio.

Las inscripciones al taller se abrirán el día 4 de octubre en el siguiente enlace. Las plazas serán limitadas.

Aparte, te recordamos que el periodo de inscripción a las jornadas ya está abierto, pudiendo realizarse el registro a través del formulario habilitado para ello, siendo además obligatorio para la realización de los talleres.

El taller será grabado, por lo que si no puedes asistir tendrás disponible el vídeo a posteriori para seguirlo.

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Como realizar backup no GeoServer – Parte 2

OSGeo Planet - Tue, 2018-10-02 10:30

Como mencionado no post anterior, irei apresentar neste como realizar um backup via interface administrativa e também como realizar uma restauração de um backup previamente realizado.

3. Backup através da interface do usuário do GeoServer

Para executar um backup completo, forneça o caminho completo do arquivo zip de destino, onde irá armazenar os dados de configuração. É importante ressaltar que o backup irá armazenar apenas os arquivos de configuração e não os dados em si.

É possível selecionar as opções de backup, ativando as caixas de seleção apropriadas antes de iniciar o processo de backup.

Observe que, ao executar uma tarefa de backup ou restauração, o GeoServer não permitirá que os usuários acessem outras seções, bloqueando o catálogo e a configuração até que o processo seja concluído, embora seja sempre possível parar ou abandonar um procedimento de backup ou restauração.

No final do backup, o usuário será redirecionado para uma página chamada Execution Summary.

A mesma página pode ser acessada também mais tarde clicando em um link de execução na página principal. Observe que a lista de execuções não é mantida e, portanto, ela será redefinida após você reiniciar o GeoServer.

Na parte inferior da página, é possível baixar o arquivo diretamente clicando no link Download Archive File.

Caso algumas exceções ou avisos sejam capturados pelo processo, eles serão apresentados no resumo de execução. O “Error Detail Level” permite inspecionar as causas, expondo o rastreamento para cada um deles.

4. Restaurando backup via interface administrativa (UI)

As etapas são quase as mesmas do backup. Basta selecionar o caminho completo do arquivo zip antes de iniciar o processo de restauração.

Observe que uma restauração que não seja Dry Run perderá toda a configuração atual do GeoServer substituindo-a por uma nova, portanto, tenha cuidado e faça um backup de tudo antes de iniciar uma restauração.

4. 1 DRY-RUN

A opção Dry Run permite que um usuário teste um arquivo zip antes de executar uma restauração completa.

Se ocorrer alguma exceção, ela será listada na página de resumo da execução. A causa original pode ser inspecionada aumentando o nível de detalhes de erros.

4.2 Restaurando apenas espaços de trabalho específicos

É possível fazer backup ou restaurar apenas um subconjunto dos espaços de trabalho disponíveis no catálogo. A partir da interface WEB é atualmente possível selecionar todos ou apenas um espaço de trabalho para backup ou restauração

Por meio das APIs REST, é possível filtrar também mais de um espaço de trabalho, conforme explicado nos próximos posts.

Note que a partir de um arquivo de backup contendo espaços de trabalho filtrados não será possível restaurar também os que faltam. Para fazer isso, é aconselhável fazer backup de todo o catálogo e restaurar apenas os espaços de trabalho necessários.

No próximo post você verá como realizar o backup utilizando a API REST do GeoServer, não perca!

Fonte: GeoServer Documentation

Categories: OSGeo Planet

Jackie Ng: A short MapGuide poll: What you said

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-01 14:27
A month-and-a-half ago, I put up a short poll regarding DWF support in MapGuide.

I got 97 responses in the time window that I left that poll open, and this is what you said.

Regarding whether you use this DWF support in MapGuide:



I also posed a hypothetical situation where we removed DWF support from MapGuide and asked how badly you'd be affected as a result:

My motivation for this poll was simple. I believe that DWF support in MapGuide is now a technical burden that is not worth carrying on.

This feature is terminal. You won't see any DWF-related enhancements (not from me anyways). Any DWF-related issues still open will most likely never be fixed. Because I doubt that anyone would be familiar enough with the underlying DWF toolkit library to keep maintaining this support as it stands.

Also, presumably this DWF support was originally put in as value proposition from Autodesk to integrate with AutoCAD and friends. Well, since they've officially bailed out at the beginning of this year, that is yet another reason I'm cold on DWF support in MapGuide. Given my dwindling free time on anything MapGuide related, I'd rather spend it (wherever I can) on making MapGuide a better GIS/WebMap server than trying to maintain support for technologies that Autodesk themselves have given up on.

And judging by these poll results, I would gather that you (the poll respondent) would mostly agree with my sentiments.
Categories: OSGeo Planet

gvSIG Team: Taller sobre gvSIG aplicado a Agricultura en las 14as Jornadas Internacionales gvSIG

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-01 13:05

En las próximas 14as Jornadas Internacionales gvSIG, que tendrán lugar en Valencia (España) del 24 al 26 de octubre, se impartirá un taller gratuito sobre gvSIG aplicado a Agricultura.

Este taller está definido para quien quiera iniciarse en el mundo de los Sistemas de Información Geográfica en el ámbito de la agricultura, donde se verán varios ejercicios prácticos, como puede ser el cálculo de zonas de cultivo afectadas por una plaga o fenómeno meteorológico (granizo, fuertes vientos), o el cálculo del número de hectáreas afectadas para cada uno de los usos del suelo (olivar, cítricos, almendro..).

El taller tendrá lugar la tarde del miércoles 24 de octubre en el Aula 1.6 (Mercator) de la Escuela Técnica Superior de Ingeniería Geodésica, Cartográfica y Topográfica (Universitat Politècnica de València), que dispone de ordenadores, por lo que no es necesario llevar ordenador propio.

Las inscripciones al taller se abrirán el día 4 de octubre en el siguiente enlace. Las plazas serán limitadas.

Aparte, te recordamos que el periodo de inscripción a las jornadas ya está abierto, pudiendo realizarse el registro a través del formulario habilitado para ello, siendo además obligatorio para la realización de los talleres.

Categories: OSGeo Planet

Fernando Quadro: Como realizar backup no GeoServer – Parte 1

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-01 10:30

O GeoServer possui um plugin que permite realizar backup e restore de suas informações, e neste post irei mostrar pra você como fazê-lo.

Primeiro vamos baixar o plugin. Como ele é um plugin que ainda não foi adicionado “oficialmente” ao GeoServer, apenas na versão Community, vamos pegar o arquivo direto no repositório:

1. Instalação

1.1. Faça o download do geoserver-2.14-SNAPSHOT-backup-restore-plugin.zip; É importante baixar a versão que corresponde ao GeoServer que você está executando.

1.2. Pare o GeoServer.

1.3. Navegue até a pasta

webapps/geoserver/WEB-INF/lib

1.4. Descompacte o conteúdo do arquivo zip na pasta lib.

1.5. Reinicie o GeoServer.

O plugin de backup e restauração pode ser usado por meio da interface do usuário e também via interface HTTP REST, e é o que veremos na sequencia.

2. Uso via interface administrativa:

2.1. Após finalizada a instalação do plugin, você verá uma nova seção na IU do GeoServer

2.2 Ao clicar no rótulo, você terá acesso às configurações do Backup e Restauração:Backup and Restore

Aqui você poderá especificar vários parâmetros para o procedimento de Backup/Restore:

2.2.1 Archive full path: Caminho no sistema de arquivos para o arquivo criado pelo procedimento de backup, no caso de um backup ser executado ou o arquivo para restauração, no caso de um procedimento de restauração.

2.2.2 Filter by Workspace: Parâmetro opcional que permite restringir o escopo do backup / restauração a espaços de trabalho que atendem ao filtro especificado.

2.2.3 Backup Options:

2.2.3.1 Overwrite Existing Archive: Quando ativado, o procedimento de backup sobrescreverá qualquer arquivo existente anteriormente

2.2.3.2 Skip Failing Resources: Se ativado e erros forem encontrados durante o backup de recursos existentes, pule o recurso e prossiga com o procedimento de backup

Backup Executions: Relatório de execução e backups executados anteriormente

2.2.4 Restore Options:

2.2.4.1 Dry Run: Teste o procedimento de restauração usando o archive fornecido, mas não aplique nenhuma alteração na configuração atual. Útil para testar arquivos antes de executar uma restauração

2.2.4.2 Skip Failing Resources: Se ativado e erros forem encontrados durante a restauração de recursos, pule o recurso e prossiga com o procedimento de restauração

2.2.5 Restore Executions: Relatório de execução e restauração anteriormente executada

No próximo post realizaremos um backup completo utilizando a interface administrativa do GeoServer, não perca!

Fonte: GeoServer Documentation

Categories: OSGeo Planet

Paul Ramsey: PostGIS Code Sprint 2018 #2

OSGeo Planet - Mon, 2018-10-01 08:00

An important topic of conversation this sprint was what kinds of core PostgreSQL features might make PostGIS better in the future?

PostGIS Code Sprint 2018 #2

Wider Typmod

The current attribue typmod column is a 32-bit integer. For geometry, we are already packing that 32 bits to the limit: a couple bits for dimensionality, some more for the type number, and the bit kahune, a bunch for the SRID number. Having even a 64-bit typmod number would allow even more interesting things, like declared coordinate precision, to fit in there. Maybe we are abusing typmod and there’s a better way to do what we want though?

Parallel GIST Scan

The PostGIS spatial index is built using the PostgreSQL GIST index infrastructure, so anything that makes GIST scans faster is a win for us. This would be a big win for folks with large tables (and thus deep trees) and who run scans that return a lot of indexed tuples.

Faster GIST Index Building

B-Tree index builds are accellerated by pre-sorting the inputs; could the same trick be used in building GIST indexes? Again, for large tables, GIST index building is slower than B-Tree and “faster” is the #1 feature all existing users want.

Multi-Threading in Functions

This isn’t a feature request, so much as a request for clarification and assurance: PostGIS calls out to other libraries, like GEOS, and it’s possible we could make some of our algorithms there faster via parallel processing. If we do our parallel processing within a function call, so the PostgreSQL thread of execution isn’t doing anything until we return, is it OK for us to do threading? We use pthreads, or maybe OpenMP.

Compressed Datum Slicing

“Detoast datum slice” doesn’t actually get around to the slicing step until after the datum is decompressed, which can make some queries quite slow. We already try to read boxes from the headers of our objects, and for large objects that means decompressing the whole thing: it would be nice to only decompress the first few bytes. I have an ugly patch I will be testing to try and get committed.

Forced Inlining

A problem we have with PostgreSQL right now is that we cannot effectively cost our functions due to the current inlining behaviour on our wrapper functions like ST_Intersects(). When raised on the list, the hackers came to a tentative conclusion that improving the value caching behaviour would be a good way to avoid having inlining in incorrect places. It sounded like subtle and difficult work, and nobody jumped to it.

We propose leaving the current inlining logic unchanged, but adding an option to SQL language functions to force inlining for those functions. That way there is no ambiguity: we always want our wrapper functions inlined; always, always, always. If we could use an INLINE option on our wrapper function definitions all the current careful logic can remain in place for more dynamic use cases.

Extension Version Dependency

PostGIS is growing a small forest of dependent extensions

  • some inside the project, like postgis_topology and now postgis_raster
  • some outside the project, like PgRouting and pgpointcloud

When a new version of PostGIS is installed, we want all the PostGIS extensions to be updated. When a third party extension is installed, it may require features from a particular recent version of PostGIS.

The extension framework supports dependency, but for safety, as the ecosystem grows, version dependencies are going to be required eventually.

Global Upgrade Paths

Right now extension upgrade paths have to explicitly state the start and end version of the path. So an upgrade file might be named postgis--2.3.4--2.3.5.sql. That’s great if you have four or five versions. We have way more than that. The number of upgrade files we have keeps on growing and growing.

Unlike upgrade files for smaller projects, we drop and recreate all the functions in our upgrade files. That means that actually our current version upgrade file is capable of upgrading any prior version. Nonetheless, we have to make a copy, or a symlink, many many version combinations.

If there was a global “version”, we could use our master upgrade script, and only ship one script for each new version: postgis--ANY--2.3.5.sql

Size Based Costing in the Planner

Right now costing in the planner is based heavily on the “number of rows” a given execution path might generate at each stage. This is fine when the cost of processing each tuple is fairly uniform.

For us, the cost of processing a tuple can vary wildly: calculating the area of a 4 point polygon is far cheaper than calculating the area of a 40000 point polygon. Pulling a large feature out of TOAST tuples is more expensive than pulling it from main storage.

Having function COST taken into more consideration in plans, and having that COST scale with the average size of tuples would make for better plans for PostGIS. It would also make for better plans for PostgreSQL types that can get very large, like text and tsvector.

The analysis hooks might have to be enriched to also ask for stats on average tuple size for a query key, in addition to selectivity, so a query that pulled a moderate number of huge objects might have a higher cost than one that pulled quite a few small objects.

We Are Not Unreasonable People

We just want our due, you know?

Thanks, PostgreSQL team!

Categories: OSGeo Planet
Syndicate content